segunda-feira, 9 de abril de 2012

Jorge Ribeiro - O "Mourinho" do Alentejo

No Alentejo, onde as alcunhas chegam a valer mais que os nomes próprios, Jorge Ribeiro é conhecido como o "Mourinho do Alentejo". A explicação é simples: é treinador de futebol e coleciona vitórias.

A «regra dos três A», atitude, amizade e alegria, explica a invencibilidade do Monte do Trigo, que disputa o distrital de Évora em futebol e que pode alcançar, no sábado, o feito histórico de 40 jogos consecutivos sem perder.

Desde que "pendurou as chuteiras" para assumir o comando técnico do Monte do Trigo, que disputa o distrital de Évora, Jorge Ribeiro, antigo futebolista do Vitória de Setúbal, nunca perdeu nos 39 jogos que leva como treinador.

«Espero que a derrota não venha tão cedo. Não temos nenhuma derrota e espero conseguirmos acabar o campeonato sem conhecer esse sabor», afirma à agência Lusa Jorge Ribeiro, a quem já deram a alcunha de "Mourinho do Alentejo".

No currículo do jovem técnico, que começou a carreira de treinador a 23 de janeiro do ano passado, não consta uma única derrota e coleciona 23 vitórias e três empates na atual temporada, mais nove vitórias e quatro empates na época passada.

Natural de Monte do Trigo, uma freguesia do concelho alentejano de Portel, Jorge Ribeiro, de 37 anos, fez grande parte da sua carreira de futebolista no clube da terra, mas chegou a alinhar no Vitória de Setúbal, nas épocas 1998/1999 e 1999/2000, na Primeira Liga.

A carreira de treinador começou na época passada, em janeiro de 2011, quando três derrotas consecutivas do Monte do Trigo levaram a direção do clube a dispensar o então técnico e a convidar Jorge Ribeiro, na altura capitão de equipa, para orientar o conjunto alentejano.

«Abracei o projeto, acabámos a segunda volta da época passada sem derrotas e começámos esta nova época e tudo correu bem até agora», recorda, mostrando-se esperançado em que "as coisas continuem assim até final da temporada".

A sua invencibilidade e a do clube já são motivo de brincadeiras, sobretudo, vindas de amigos mais chegados, que até lhe chamam o "Mourinho do Alentejo".

«Eles sabem que eu não gosto, quer dizer, eu digo que não gosto, mas se me chamam Mourinho é porque as coisas correm bem, senão chamavam-me outro nome qualquer», ironiza.





Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...